Vale a Pena Pagar o Valor Mínimo do Cartão de Crédito? Confira!

Descubra se vale a pena pagar apenas o valor mínimo do cartão de crédito.

Publicidade

Você já se perguntou se vale a pena pagar o valor mínimo do cartão de crédito quando não é possível quitar o total da fatura?

Essa é uma dúvida muito comum entre as pessoas que se deparam com faturas de valor maior ao esperado e não sabem como agir para contornar a situação.

Com toda a facilidade proporcionada pelo cartão de crédito, é muito fácil acabar se empolgando nas compras e gerar faturas com valores superiores ao seu orçamento mensal, não é?

Nessas situações, os bancos costumam oferecer a opção de realizar apenas um pagamento mínimo. Permitindo que o restante seja parcelado ao longo de vários meses.

Publicidade

Apesar de parecer uma boa solução para esse problema. Optar pelo pagamento do valor mínimo do cartão de crédito pode gerar problemas ainda maiores nos próximos meses. Entenda a seguir, porque você deve evitar ao máximo essa operação.

Por que não compensa pagar o valor mínimo do cartão de crédito?

A possibilidade de pagar o valor mínimo do cartão de crédito é uma ótima solução de curto prazo.

Mas cria dívidas ainda maiores nos próximos meses, ou seja, toda a facilidade em solucionar os seus problemas pode resultar em problemas ainda mais difíceis de serem resolvidos no futuro.

Vale a Pena Pagar o Valor Mínimo do Cartão de Crédito? Confira!

Publicidade

Listamos alguns motivos que mostram que não compensa pagar o valor mínimo do cartão de crédito:

As maiores taxas de juros do mercado

É possível afirmar com tranquilidade que as taxas de juros cobradas nas parcelas para pagar o restante da sua fatura são as mais elevadas do mercado.

Em casos mais extremos, essa taxa pode chegar próxima de 800% ao ano.

Isso significa que você terá que gastar um valor muito superior ao montante original para se livrar dessa dívida.

Publicidade
Criação de uma grande bola de neve

Justamente por conta das altas taxas de juros, é muito provável que você crie uma grande bola de neve de dívidas.

Se você não conseguiu pagar a fatura deste mês, precisa entender que a seguinte será acrescida de uma parcela do seu novo compromisso.

E caso você não consiga pagar a fatura novamente. Será preciso pagar o valor mínimo de novo, ampliando a sua dívida mês após mês.

Existem outras alternativas mais vantajosas
Publicidade

Por que se submeter a todas essas complicações com o valor mínimo do cartão de crédito quando existem outras alternativas para garantir o pagamento da sua fatura?

O ideal é sempre buscar pelas opções que geram menos prejuízo financeiro, certo? A seguir veja algumas das alternativas que você pode explorar.

Como garantir o pagamento da sua fatura?

Para fugir das altas taxas de juros que estão envolvidas no pagamento do valor mínimo do cartão, você pode recorrer a outras opções para ter acesso ao crédito:

  • Empréstimo pessoal ou consignado: essas modalidades contam com uma burocracia um pouco maior. Mas têm taxas de juros menos prejudiciais.
  • Parcelamento da fatura: entrar em contato com a instituição financeira para fazer um parcelamento da sua dívida pode ser uma outra alternativa menos onerosa para o seu bolso.
  • Empréstimo com amigos ou familiares: nos casos em que a necessidade de dinheiro para completar o valor da fatura não é muito alto. Pode ser uma boa ideia procurar um empréstimo com amigos ou familiares.
🔸🔸🔸 Posts Recomendados 🔸🔸🔸

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui