fbpx

Financiar no banco ou na concessionária: Qual é a melhor opção

Publicidade

Quem está querendo comprar uma moto, mas ainda não conseguiu juntar o dinheiro todo para comprá-la à vista pode acabar ficando com a dúvida. Financiar no banco ou na concessionária, qual é a melhor opção? Cada uma das alternativas tem as suas vantagens, sendo mais indicado para determinado perfil de comprador.

Ficou interessado em saber qual é a melhor opção para o seu caso? Com certeza, depois de conferir as informações que estão logo abaixo, você saberá o que é mais adequado para você. Assim, você realizará um ótimo negócio na aquisição da sua moto nova. Preparado?

Como funciona o financiamento de veículos?

Para descobrir o que é melhor, se é financiar no banco ou na concessionária, antes é necessário entender muito bem como funciona um financiamento de veículos.

Leia também: Empréstimo pessoal Simplic: Crédito Online e Sem Burocracia

Financiar no banco ou na concessionária: Qual é a melhor opção

Publicidade

Somente dessa forma, você perceberá os detalhes da operação e o que torna o processo melhor em um banco ou em uma concessionária.

O financiamento de veículos é uma forma de crédito realizada para a compra a prazo de um bem móvel, como motos, carros e utilitários.

Na maioria das vezes, a liberação do crédito é realizada por uma instituição financeira, mesmo quando a operação é concretizada dentro de uma concessionária.

Essa instituição analisa a capacidade de pagamento do interessado no financiamento e verifica qual o valor do crédito e da parcela que é possível disponibilizar ao comprador.

Publicidade

Nessa análise entram diversas informações, como renda, tempo de serviço, histórico de inadimplência, nível de endividamento, percentual de entrada, prazo de pagamento e idade do veículo.

Ao avaliar todas essas informações e aprovar o crédito do comprador, a instituição emite o contrato de financiamento.

Nele, deverão constar todas as informações importantes, como valores, prazos e taxa de juros. Com o contrato assinado, a financeira libera o crédito ao vendedor. Depois, basta transferir a propriedade do veículo junto ao Detran.

Vale lembrar que o veículo ficará alienado enquanto o comprador não terminar de pagar o financiamento.

Publicidade

Isso quer dizer que, caso fique sem pagar alguma parcela, a financeira poderá tomar o bem e leiloá-lo para liquidar a dívida, sem a necessidade de qualquer processo judicial.

Por conta disso, o comprador também não pode vender o veículo enquanto não terminar de pagar o financiamento. A não ser que transfira a operação para quem comprar o veículo. Essa é uma informação muito importante para quem deseja financiar uma moto.

Como é o financiamento na concessionária?

O que você aprendeu até aqui sobre financiamento é válido tanto para financiar no banco ou na concessionária. Ou seja, em ambos, haverá esse processo de análise de crédito, assinatura do contrato, alienação do veículo e liberação do valor ao vendedor.

No entanto, as melhores concessionárias, aquelas que têm um grande giro de veículos e estão associadas a marcas fortes no mercado, possuem parcerias com diversas financeiras para oferecer várias opções aos seus clientes.

Isso sem falar no banco da própria montadora, como é o caso do Banco Honda, que muitas vezes oferece condições melhores que a média do mercado.

Mas quais as vantagens disso? É o que você verá em seguida!

Vantagens de financiar na concessionária

Para começar, a principal vantagem em financiar uma motocicleta na concessionária está no fato de que, tanto o banco da montadora como as demais financeiras parceiras. São instituições especializadas em financiar motos.

Isso é fundamental para a aprovação do cadastro e para o oferecimento de condições mais interessantes para o motociclista. Um segmento de mercado bastante específico.

Além disso, quando o comprador escolhe fazer o financiamento na concessionária, terá uma equipe empenhada em dar o devido encaminhamento dos documentos necessários à operação.

Toda a parte burocrática fica por conta dessas pessoas. Isso faz com que a liberação do crédito seja muito mais rápida.

No Banco Honda, por exemplo, a aprovação do crédito e liberação da motocicleta ao cliente costuma ocorrer em 24 horas. Já em bancos, o processo pode demorar até 7 dias.

Para finalizar, é importante saber que o vendedor tem diversas opções de financeiras parceiras, aumentando as chances de conseguir um bom negócio, conforme a situação.

Isso porque as taxas de juros, prazos e percentual mínimo de entrada podem variar bastante de uma financeira para outra.

Como desvantagem em financiar na concessionária, pode-se citar o fato de que as financeiras parceiras nem sempre têm um histórico das finanças do interessado. O que pode dificultar a aprovação do crédito.

Já o banco onde a pessoa é cliente poderá embasar a análise na forma como o interessado movimenta a sua conta, facilitando (ou não) a aprovação do crédito.

Como é o financiamento no banco?

Assim como no financiamento solicitado pela concessionária, quando é feito no banco, deverá atender todo aquele processo já citado, de aprovar o crédito, assinar contrato, alienar a moto e liberar o valor ao vendedor.

A diferença é que, normalmente, não há comunicação entre o atendente do banco e o vendedor da concessionária.

Portanto, quem deverá fazer essa “ponte” entre os dois será o comprador. Quer saber no que isso implica? Veja a seguir!

Vantagens de financiar no banco

Como já foi dito, a grande vantagem em financiar um veículo no banco está na quantidade de informações suas que eles possuem.

Financiar no banco ou na concessionária: Qual é a melhor opção

Caso utilize a conta regularmente e sem atrasos. Isso pode facilitar muito a aprovação do crédito.

Alguns bancos chegam a já deixar pré-aprovado um valor para seus clientes, informando isso em seus extratos bancários.

No entanto, os principais bancos financiam de tudo, desde motos até embarcações e aeronaves, passando por carros e caminhões.

Apesar de parecer interessante, isso faz com que a instituição não consiga se especializar em cada seguimento.

Assim, um banco comercial tem mais dificuldades em entender quais são as demandas mais específicas dos motociclistas, bem como o seu perfil de tomador de crédito.

Como resultado, tendem a financiar percentuais menores e com taxas mais altas.

Para completar, o atendente do banco precisa de uma série de informações sobre a motocicleta a ser financiada, bem como da concessionária vendedora.

Sem isso, ele não consegue analisar o crédito e alienar a moto. Também precisará de uma cópia da nota fiscal para liberar o crédito.

Portanto, se resolver financiar pelo banco, já fique preparado para algumas idas e vindas à instituição. Pegar filas e aguardar para ser atendido.

Não deixe de ler: Cartão Nagumo – Vale a Pena? Saiba Como Solicitar o Seu
Publicidade

Como você pôde perceber, financiar no banco ou na concessionária tem suas vantagens e desvantagens. Isso é muito bom, pois você poderá verificar onde será mais interessante para você.

Optar pela concessionária torna o processo mais simples e rápido, com condições mais interessantes.

Já no banco é possível conseguir uma aprovação por conta do vínculo mais antigo, o que pode ser interessante em certas ocasiões.

Confira Também