O que considerar ao pedir um financiamento

Publicidade

Pedir um financiamento pode ser uma ótima maneira de obter o dinheiro de que precisa para consolidar dívidas ou financiar um projeto de reforma da casa – desde que você tenha um plano confiável para saldá-lo.

Quer esteja interessado em pedir um financiamento a um banco, cooperativa de crédito ou credor online, o processo é basicamente o mesmo. Mas conseguir um financiamento inteligente requer um pouco de pesquisa e cuidado extras para garantir que você obtenha a melhor oferta disponível.

Por que fazer um financiamento?

Um empréstimo pessoal permite consolidar dívidas com juros elevados, financiar despesas inesperadas ou financiar melhorias residenciais menores. Um financiamento costuma ser uma boa alternativa a algo como um cartão de crédito; a taxa média de juros em um financiamento é geralmente metade do que a do cartão de crédito.

Dependendo de sua capacidade de crédito e do credor do qual você fez o financiamento, você poderá receber os fundos em alguns dias, o que é ideal para necessidades urgentes. Eles também podem ser inseguros, para que você não precise colocar sua casa ou propriedade como garantia e não correrá o risco de perder nada devido à inadimplência.

Publicidade

No entanto, é importante lembrar que os financiamentos possuem custos. Candidatar-se a um só é uma boa ideia se você puder pagar o principal e os juros no longo prazo.

Como obter um financiamento em 8 etapas

Se você decidiu que um financiamento é o tipo certo de opção para você, comece com estas oito etapas.

  1. Analise os números

A última coisa que você ou os credores desejam é que você contraia um financiamento e não tenha condições de pagá-lo.

Embora os credores normalmente façam a devida diligência para garantir que você tenha a capacidade de pagar a dívida, é inteligente verificar seus próprios números para ter certeza de que tudo dará certo.

Comece determinando quanto dinheiro você precisará, tendo em mente que alguns credores cobram uma taxa de originação, que eles deduzem do produto do empréstimo. Certifique-se de pedir emprestado o suficiente para conseguir o que precisa após a taxa.

Em seguida, use uma calculadora de financiamento para descobrir qual será o seu pagamento mensal. Isso pode ser difícil se você não souber que tipos de taxas e termos de reembolso os credores irão oferecer, mas você pode brincar com os números para ter uma ideia de quanto o financiamento vai custar e decidir se seu orçamento pode lidar com isso.

Conclusão: antes de solicitar um financiamento, descubra quanto dinheiro você precisará e qual pagamento mensal poderá pagar.

  1. Verifique seu Score de Crédito

A maioria dos credores fará uma verificação de crédito para determinar a probabilidade de você reembolsar o financiamento. Embora alguns credores online tenham começado a olhar para dados de crédito alternativos, eles ainda irão tipicamente olhar para sua pontuação de Score

Confira Também: Cartões de Crédito Para Pessoas Com Score Baixo | Confira Duas Opções!

A maioria dos melhores empréstimos financiamentos exigem que você tenha pelo menos um crédito médio, mas um crédito bom e excelente dará a você a melhor chance de ser aprovado com uma boa taxa de juros.

Se sua pontuação de crédito for baixa por outros motivos, você ainda terá a chance de conseguir um financiamento. Mas as taxas de juros e taxas podem ser muito altas para valer a pena, portanto, tome medidas para melhorar seu crédito antes de se inscrever.

Conclusão: quanto melhor for sua pontuação de crédito, maior será a probabilidade de você obter aprovação para um financiamento e menor será sua taxa de juros.

  1. Considere suas opções

Dependendo da sua capacidade de crédito, você pode ou não precisar de um co-signatário para obter aprovação para um financiamento com uma taxa de juros decente.

Se você não conseguir encontrar um co-signatário, pode ter a opção de obter um financiamento garantido em vez de um não garantido.

Os empréstimos com garantia exigem garantias, como um veículo, uma casa ou dinheiro em uma conta de poupança ou certificado de depósito, em troca de termos mais favoráveis. Se você não pagar o empréstimo, o credor pode apreender a garantia para saldar a dívida.

Você também precisará pensar sobre onde conseguir um financiamento. Com os bancos tradicionais, por exemplo, você pode ter dificuldade em obter aprovação se tiver crédito ruim. Alguns credores online, no entanto, se especializam em trabalhar com tomadores de crédito ruim, e algumas cooperativas de crédito têm empréstimos de curto prazo que servem como uma alternativa barata aos empréstimos salariais.

Conclusão: se você não atender aos requisitos de qualificação, um co-signatário, um financiamento com crédito ruim ou um financiamento garantido pode aumentar suas chances de aprovação.

  1. Escolha o seu tipo de financiamento

Depois de entender como está seu crédito e considerar suas opções, determine qual tipo de financiamento é melhor para sua situação. Enquanto alguns credores são flexíveis em termos de como você usa os fundos, outros só podem aprovar pedidos de empréstimo se o dinheiro for usado para certos fins específicos.

Por exemplo, um credor pode aceitar que você faça um financiamento para começar sua pequena empresa. No entanto, um outro credor pode não permitir que você use os fundos emprestados para fins comerciais. Geralmente, é inteligente encontrar um credor que se sinta confortável em emprestar dinheiro pelo motivo exato de sua necessidade.

Um financiamento pode ser utilizado para vários fins, como:

Financiamento de consolidação de dívidas: a consolidação de dívidas é um dos usos mais comuns dos financiamentos. Ao tomar um empréstimo para cobrir sua dívida existente, você diminui o número de pagamentos com que precisa se preocupar a cada mês e troca a taxa de juros (potencialmente mais baixa).

Financiamentos para reforma da casa : um financiamento para reforma da casa pode ser uma boa opção se você estiver planejando pagar antecipadamente por uma grande reforma, sem contrair um empréstimo garantido para uma casa.

Financiamentos médicos: como as despesas médicas costumam ser imprevisíveis, um financiamento pode ser uma boa maneira de diminuir os encargos financeiros imediatos e pagar dívidas ao longo de vários anos.

Financiamentos de emergência: os financiamentos de emergência são úteis para vários fins. Quebras de carro, despesas médicas menores ou um cano rompido podem ser bons motivos para fazer um financiamento de emergência.

Financiamentos para casamento: casamentos e férias podem ser caros, e é por isso que muitas pessoas recorrem aos financiamentos para pagar por eles. Isso distribui os pagamentos ao longo de vários anos, então você não precisa se preocupar em pagar por uma ocasião especial de uma só vez.

Ao pedir um financiamento encontre uma instituição que ofereça projetados para suas necessidades específicas.

  1. Pesquise as melhores taxas de financiamentos

Evite se conformar com a primeira oferta que receber; em vez disso, reserve um tempo e procure a melhor taxa de juros possível. Compare vários tipos de credores e tipos de financiamentos para ter uma ideia do que você se qualifica.

Em geral, você pode encontrar ofertas de empréstimo pessoal nas seguintes fontes de financiamento:

  • Cooperativas de crédito.
  • Credores online.

Se você já é titular de conta há muito tempo em seu banco ou cooperativa de crédito, converse com ele primeiro. Se você mostrou que fez escolhas financeiras positivas durante anos, seu banco ou cooperativa de crédito pode estar disposto a ignorar alguns erros de crédito recentes.

Alguns credores online também permitem que você seja pré-qualificado com uma verificação de crédito, o que não afetará sua pontuação de crédito. Essa pode ser uma ótima maneira de visualizar as ofertas sem qualquer compromisso.

Não se contente com a primeira oferta que receber. Compare vários credores e tipos de financiamentos e verifique se há uma opção de pré-qualificação antes de aplicar para evitar um impacto em seu crédito.

  1. Escolha uma instituição e solicite

Depois de fazer sua pesquisa, escolha o credor com a melhor oferta para suas necessidades. Em seguida, inicie o processo de inscrição.

Dependendo do tipo de credor, você pode fazer todo o processo de inscrição online ou pode precisar fazer parte dele em seu banco local ou agência de cooperativa de crédito.

Cada credor é diferente em relação às informações de que precisa no contrato, mas normalmente você precisará fornecer seu nome, endereço e informações de contato, o motivo do financiamento e informações sobre renda e emprego.

Você também compartilhará quanto deseja tomar emprestado e poderá obter algumas opções diferentes para prosseguir após uma verificação de crédito suave. Você também terá a oportunidade de revisar os termos e condições completos do empréstimo, incluindo taxas e o período de reembolso. Leia as letras pequenas com atenção para evitar taxas ocultas e outras armadilhas.

Conclusões: todos os credores têm requisitos de qualificação diferentes e podem solicitar informações diferentes, mas normalmente um pedido de financiamento pode ser preenchido online.

  1. Forneça a documentação necessária

Dependendo do credor e da sua situação de crédito, pode ser necessário fornecer alguma documentação depois de enviar sua inscrição. Por exemplo, você pode precisar enviar uma cópia de seu contracheque mais recente, uma cópia de sua carteira de motorista ou comprovante de residência.

O credor permitirá que você saiba se precisa de alguma documentação sua e como encaminhá-la para a pessoa certa. Quanto mais rápido você fornecer as informações, mais cedo terá uma decisão.

Considerações: Esteja preparado para apresentar toda a documentação necessária durante o processo de inscrição.

  1. Aceite o financiamento e comece a fazer os pagamentos

Depois que o credor notificar que você foi aprovado, você precisará finalizar os documentos do financiamento e aceitar os termos. Depois de fazer isso, você normalmente obterá os fundos do financiamento em uma semana – mas alguns credores on-line o entregam em um ou dois dias úteis.

Agora que você tem o financiamento, observe quando seu primeiro pagamento vence e considere a possibilidade de configurar pagamentos automáticos em sua conta corrente. Alguns credores até oferecem descontos nas taxas de juros se você configurar sua conta para fazer pagamentos automáticos.

Pense também em adicionar dinheiro extra aos seus pagamentos todos os meses. Embora os empréstimos pessoais possam ser mais baratos do que os cartões de crédito, você ainda economizará dinheiro com juros pagando o empréstimo antecipadamente.

Considerações: você pode receber os fundos em um a dois dias úteis após ser aprovado e aceitar os termos do empréstimo. Depois de ser aprovado, comece a considerar como você pagará seu saldo.

Considerações finais

Agora que você sabe como obter um financiamento e algumas das armadilhas a evitar, a próxima pergunta é se você deve obter um. Os financiamentos podem ser uma excelente maneira de consolidar e economizar dinheiro em dívidas de cartão de crédito com juros mais altos. E se você estiver emprestando para fazer algumas melhorias na casa, poderá obter parte do dinheiro de volta quando vender a casa.

Mas pode não fazer sentido pedir dinheiro emprestado para algo de que você não precisa. Por exemplo, as férias podem ser divertidas, mas você pode acabar se arrependendo se ainda estiver pagando pela viagem anos depois.

Confira Também