Como se proteger do golpe de empréstimo fácil? Confira agora! – Meu Crédito Digital

Como se proteger do golpe de empréstimo fácil? Confira agora!

Anúncios

O golpe de empréstimo fácil começa com um telefonema, e-mail ou anúncio de mídia social no qual um banco ou profissional de finanças falso oferece taxas de juros baratas e condições favoráveis ​​em troca de depósitos rápidos em dinheiro.

O financiamento conveniente pode ser atraente, mas os clientes devem estar cientes dos riscos potenciais.

Anúncios

Saiba como se proteger da fraude de empréstimo.

Leia também: Empréstimo Meu Tudo: Crédito online com a menor taxa do mercado!

Anúncios

Exemplos do golpe de empréstimo fácil na internet

Fraude de empréstimo consignado (criminosos):

Esta fraude visa principalmente idosos e funcionários do governo.

Só um lembrete: o empréstimo consignado é um empréstimo com taxas de juros mais baixas, pois é sacado direto do contracheque do tomador.

Nesse esquema, os ladrões coletam informações pessoais da vítima, como nome, endereço e CPF, e solicitam um empréstimo em uma instituição financeira em seu nome.

Essas informações podem ser obtidas por meio de fraudes populares, como phishing e smishing, bem como despejos de dados.

Assim que o dinheiro é depositado na conta da vítima, o vigarista entra em contato com eles, se passando por um representante do banco, alega que houve um erro e pede um reembolso por Pix ou transferência bancária.

Quando a transferência é feita, a vítima envia os fundos diretamente para a conta do golpista e recebe um empréstimo em troca.

Quando o banco começa a deduzir os pagamentos do empréstimo do cheque de pagamento da vítima, é tarde demais para recuperar os fundos.

Empréstimo do consignado (instituições):

Nessa variação, as próprias instituições financeiras perpetram a fraude do crédito consignado.

A corporação concede o crédito sem a permissão do aposentado ou figura pública.

Consequentemente, a instituição ganha com a cobrança de juros, devendo a vítima recorrer à Justiça para encerrar o processo.

Golpe de empréstimo para investimento:

Em uma variante do golpe de empréstimo, os bandidos incentivam as vítimas a pedir empréstimos aos bancos para investir os fundos em empreendimentos de alto rendimento.

A polícia do Rio de Janeiro prendeu um grupo especializado na execução desse golpe contra militares e funcionários civis.

Os assaltantes se comprometeram a pagar as parcelas do empréstimo consignado, aplicar os recursos e devolver o valor inicial acrescido de 10% de juros.

Inicialmente, a compensação de seguro foi dada às vítimas.

O plano se assemelhava a uma pirâmide financeira na qual os depósitos das novas vítimas eram usados ​​para pagar os pagamentos das vítimas originais.

Depois de um tempo, os vigaristas pararam de fazer pagamentos de empréstimos e desapareceram com os fundos.

Como evitar ser vítima de golpistas de empréstimos

Agora que você entende o golpe do empréstimo, vamos discutir como se proteger desse perigo. Determine os mais importantes.

Cuidado com as ofertas de crédito:

Primeiro, desconfie de qualquer oferta de crédito que pareça boa demais para ser verdade, ou seja, com taxa de juros abaixo da média do mercado e prazo de pagamento demorado.

Se você tem uma reputação manchada, deve aumentar sua vigilância, já que os fraudadores preferem pessoas ruins nas agências de crédito.

Se você não tiver certeza sobre a legitimidade de uma oferta de crédito, entre em contato imediatamente com a instituição financeira.

Claro, você nunca deve acreditar em um atendente simplesmente porque ele tem o logotipo corporativo em seu perfil do WhatsApp ou está ligando de um suposto contact center.

Nunca faça um pagamento antecipado:

Todos os golpes de empréstimo são centrados na exigência de pagamentos antecipados para liberar o dinheiro.

Isso não existe em nenhum lugar e é estritamente proibido.

Portanto, em nenhuma circunstância você deve “adiantar” qualquer quantia para ganhar um crédito.

Proteja seus dados pessoais:

Numerosos golpes começam com a aquisição de informações pessoais das vítimas, que podem ser usadas para obter um empréstimo ilegal ou pesquisar mais o alvo.

Para evitar que suas informações pessoais caiam nas mãos de criminosos, tenha cuidado antes de divulgá-las e assegure-se de que as organizações com seu registro cumpram o Regulamento Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Habilite a autenticação de dois fatores em e-mail, WhatsApp, redes sociais e varejistas online para evitar invasão e clonagem de contas.

Não discuta empréstimos em redes sociais públicas.

Vigaristas frequentemente vasculham as mídias sociais em busca de material que possa ajudá-los a convencer suas vítimas.

Nos grupos de finanças do Facebook, por exemplo, muitos indivíduos revelam informações como o valor de sua dívida e o valor do empréstimo de que precisam.

Obviamente, existem vários vigaristas se juntando a essas comunidades e monitorando esses dados para criar uma oferta atraente.

Não se preocupe com dívidas atrasadas:

Por fim, é essencial não se desesperar com os atrasos, pois isso pode torná-lo mais suscetível a golpes de empréstimo.

Você pode negociar com credores, buscar acordos de pagamento ou até mesmo fazer um empréstimo único com uma taxa de juros razoável para pagar todas as obrigações, independentemente da complexidade do caso.

Se você agir sem consideração, poderá ser vítima de uma fraude e perder muito mais dinheiro.

Sobre o autor

gino